Series

Missa da Meia-Noite: a Ilha Crockett realmente existe?

Imagem de: Missa da Meia-Noite: a Ilha Crockett realmente existe?

Imagem: https://www.netflix.com/browse

Além da atmosfera de tensão e do excelente desenvolvimento de personagens, Missa da Meia-Noite, série da Netflix dirigida por Mike Flanagan (A Maldição da Residência Hill) vem chamando a atenção do público por um detalhe ainda mais intrigante: a misteriosa Ilha Crockett e a possibilidade de ser um cenário real. Mas será que o local existe?

Obviamente, o seriado foi filmado em um local real, mas a Ilha Crocket é um cenário totalmente fictício, montado especificamente para os 127 habitantes (também fictícios) nas imediações de Garry Pointe Park em Richmond, Canadá. Além disso, a "ilha" está bem distante da costa e constitui apenas um pedaço de terra cercado por água computadorizada, então tudo não passa de efeitos visuais bastante convincentes.

Nos últimos anos, Vancouver vem incentivando a produção de conteúdos audiovisuais e surge como palco para megaproduções de inúmeros artistas, como houve com o diretor Mike Flanagan em outra oportunidade, quando gravou A Maldição da Mansão Bly na região. O isolamento local também contribuiu significativamente com as produções durante o atual período de pandemia, e Missa da Meia-Noite acabou carregando parcialmente essa proposta, adaptando o conceito de exílio para o terror psicológico e sobrenatural.

E o continente?

Durante toda a série, muito se fala sobre o Continente, com menções pontuais envolvendo Austin, no Texas, e Nova Iorque. Dito isso, é possível estimar, em maiores escalas, que maior parte da ação ocorre em algum local da América do Norte, mas essa conclusão é a mais próxima que é possível determinar sobre um local minimamente real ou adaptado.

(Fonte: Netflix / Reprodução)(Fonte: Netflix / Reprodução)Fonte:  Netflix 

Assim como houve em Salen's Lot (Jerusalem's Lot), cidade fictícia criada por Stephen King, adaptada em várias de suas obras e inspirada no Maine, a Ilha Crockett tem grandes chances de ter resgatado algo de valor na mente de Mike Flanagan, seja uma memória de infância, algum acontecimento relevante ou material que tenha sido desbravado.

Em postagem no Twitter, o diretor revelou que foi coroinha em uma capela de Nova Iorque, que hoje encontra-se abandonada, e indicou que essa história "profunda" pode ter brotado durante o projeto da Netflix.

De qualquer forma, seria melhor a Ilha Crockett continuar apenas na ficção

O que você acha?

{{{ comment.name }}} {{ comment.time_posted }}

{{{ comment.body }}}